8/26/2016

Controlador-geral do Município realiza hoje “prestação de contas” na Câmara de Vereadores


Itamar Batista “prestou contas” do 1º quadrimestre do exercício financeiro deste ano

O município de Imperatriz realizou nesta quinta-feira (25) no plenário legislativo a “prestação de contas” do 1º quadrimestre deste ano do exercício financeiro de 2016, de acordo com exigência da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). A audiência pública foi dirigida pela Comissão de Orçamento e Finanças da Câmara de Vereadores.

Na ocasião, o controlador-geral da Prefeitura, Itamar Batista da Cruz, explicou à reportagem que “essa é uma gestão transparente que demonstra compromisso com o povo e a legislação brasileira”. “O município arrecada, gasta e presta contas com a população de Imperatriz”, frisa.

Ele observa que “a questão da saúde pública é assunto nacional, porém esforços estão sendo mantido pelo prefeito Sebastião Madeira para oferecer o melhor atendimento à população de Imperatriz”.

“Seria necessário que algumas pessoas saíssem de nossa cidade para verificar a situação da saúde em São Luís, Belém-PA, Campina Grande-PB e até Brasília-DF, para testemunhar que Imperatriz oferece uma saúde melhor que muitas capitais brasileira”, afirma ele.

Itamar Batista avalia ainda que, embora o país esteja enfrentando grave crise econômica, o setor comercial de Imperatriz ainda consegue superar esse momento o qual passa o Brasil. Ele observa que basta a pessoa viajar para algumas cidades do sul do país para constatar que até 50% de alguns segmentos comerciais está com portas fechadas, reduzindo a oferta de emprego e renda do trabalhador.

“Imperatriz enfrenta essa crise com satisfação, pois consegue cumprir o que é determinado pelo governo: investir em educação, saúde pública e infraestrutura”, disse ele, ao lembrar que ainda neste mês serão inauguradas pelo município oito novas obras superando o montante de 80 somente no setor da educação.

O controlador-geral do município reitera que “nestes últimos sete anos da gestão do prefeito Madeira a cidade melhorou substancialmente nos aspectos da saúde, da educação, do trânsito e da infraestrutura”. “Madeira trabalhou com dedicação e afinco pelo desenvolvimento de nossa cidade, colocando-a entre uma das principais cidades brasileira”, contou.

O vereador-presidente da Comissão de Orçamento e Finanças, Raimundo Roma (PSL), a avaliação técnica da “prestação de contas” é considerada positiva ao cumprir o que determina a Lei de Responsabilidade Fiscal. “O município informou ao legislativo, à comunidade e a imprensa todas as receitas e gastos feitos neste primeiro quadrimestre do ano”, disse.

Roma assinala que os membros da Comissão de Orçamento, Finanças e Contabilidade receberam os relatórios contábeis do 1º quadrimestre para avaliação e, posteriormente, questionamentos que foram feitos durante a audiência pública de “prestação de contas”.

[Gil Carvalho-Claudir Porcinio- Ascom]


Evento discute atuação do psicólogo na sociedade


Atividade gratuita é aberta ao público

Com o tema “A Psicologia e os desafios do mundo contemporâneo”, será realizada nesta sexta-feira (26), às 16h, no auditório da Unisulma, uma roda de conversa com os acadêmicos, profissionais da área e demais pessoas interessadas.

Promovida pelo Espaço UNI Psi, a iniciativa visa discutir e aprofundar conhecimentos sobre as novas demandas sociais da profissão, os saberes necessários para compreender os comportamentos da sociedade atual e as atividades psicológicas que contribuem com o desenvolvimento e aprendizagem dos indivíduos.

A escolha do tema está relacionada aos problemas sociais da atualidade e as características únicas que influenciam o processo de funcionamento psíquico. “Nesse contexto onde as representações sociais e as formas de lidar consigo e com os outros tomam uma nova configuração, surgem diferentes formas de pensar, agir, sentir, etc. Daí a importância desse debate de ideias”, explica a coordenadora do curso, Kíria Karine Ribeiro.

O evento é aberto ao público com entrega de certificado. Os interessados podem se inscrever por meio da internet no site eventos.unisulma.edu.br. As discussões serão mediadas pelos docentes da instituição, Aline Silva, Roberta Borba, Thiago Ribeiro e Michelle Mouchereck

CRAM e Casa Abrigo realizam palestras nas escolas sobre Lei Maria da Penha


O objetivo é valorizar a mulher e meninas a combater a intolerância e promover ações preventivas em relação à violência doméstica e familiar.

            No mês em que se comemoram 10 anos da Lei Maria da Penha (Lei Federal nº 11.340/2006), o Centro de Referência e Atendimento à Mulher – CRAM e a Casa Abrigo da Mulher em Imperatriz, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (Semed), promovem durante toda semana palestras nas escolas da rede pública municipal de ensino, sobre o tema Lei Maria da Penha.

            Para a coordenadora do CRAM, Sueli Brito Barbosa, as escolas não poderiam ficar de fora dessa campanha, e a ação tem como objetivo contemplar um número significante de alunos, com palestras de conscientização sobre o combate à violência doméstica e familiar contra a mulher, voltados para alunos do ensino fundamental e médio.

            “Sabemos que hoje há um número muito grande de meninas de 14 e 15 anos se relacionando afetivamente muito cedo, e sendo vítima de agressões também muito cedo. Portanto, esse público vai ser estimulado a refletir sobre essa violência contra a mulher, que muitos deles podem vir a vivenciar na comunidade, dentro de casa, nas ruas ou mesmo dentro do próprio estabelecimento escolar”, destaca a coordenadora.

            Ontem pela manhã e hoje (24) à tarde, a Escola Municipal Caminho do Futuro, localizada no bairro Vila Nova, recebeu (ou receberão) a visita das profissionais da Casa Abrigo, formada pela pedagoga D’jenane Rodrigues Nascimento Piancó e da assistente social Geane Nascimento.

            Nesta quinta-feira (25) será realizada uma Roda de conversa com as ex-abrigadas da Casa Abrigo para debatem violência doméstica. O encontro contará ainda com a participação de pedagogas, assistentes sociais e da psicóloga Nadja Camila Sousa Duarte, onde as participantes poderão discutir o tema da violência de gênero, trocar experiências e esclarecer dúvidas.

            Ainda na quinta-feira, a Escola Guilherme Dourado, no Parque São José, receberá a equipe de profissionais do CRAM, formada pela Assistente Social Mayra Magalhães Nascimento e pela pedagoga Jesileia Lopes Silva. “A Lei tem sido um divisor de águas na vida de várias mulheres, e é isso o que a gente deseja com essas palestras, ou seja, informar. Alguns alunos dessas escolas têm esse tema como algo novo, porque na verdade eles não têm acesso a todas essas informações, e isso é importante para o desenvolvimento desses jovens”, conclui a pedagoga. 

            Em busca de maior visibilidade sobre a violência contra a Mulher, as atividades alusivas à campanha “10 anos da Lei Maria da Penha”, promovida pela Secretaria de Políticas Públicas para a Mulher (SMPM) trabalha com ações de capacitações, campanhas educativas, seminários, palestras e discussões em vários âmbitos, inclusive no espaço escolar.


Francisco Lima/Ascom