6/07/2017

Baixa no nível do rio afeta abastecimento de água em Imperatriz, explica diretor da Caema


Conforme Rafael Heringer  as obras de melhoria do sistema,  anunciadas pelo Governo do Estado ,  já começaram

O nível do Rio Tocantins está  três metros abaixo do normal para esse período do ano, que seria de 7, 8 metros. Essa situação, segundo informa o diretor regional da Caema Rafael Heringer,  é que  tem  gerado problema no processo de abastecimento de água de Imperatriz.

A solução do problema, explica Rafael, pode vir a curto, médio e longo prazos.  A curto prazo viria de tratativas político/técnica com consórcio que controla a Hidrelétrica de Estreito para que "libere as comportas" da usina.  “Com  a  subida do nível do rio o abastecimento se normaliza”  garante o diretor que ressaltou que a solução a médio prazo passa pela modernização do sistema de abastecimento que vai ganhar mais duas bombas cujas obras, segundo ele, já começaram.

“Com esses equipamentos, já licitados pelo Governo do Estado, a capacidade de captação do produto vai aumentar independente  do nível do rio. Já em relação a alguns bairros a situação será resolvida com a ampliação da rede de abastecimento,  obra já autorizada pelo governador Flávio Dino”  disse Rafael Heringer.


Em recente audiência pública na Câmara Municipal o presidente estadual da Caema  Davi Telles  informou que o Governo do Maranhão vai investir 20 milhões de reais na modernização do sistema de abastecimento de água de Imperatriz.